Teologia! Uma ferramenta que fortalece os crentes

A história da igreja é cheia de momentos que houve debate sobre a importância e relevância do profundo conhecimento teológico e a simples confirmação do Espírito Santo dentro de nós. A teologia exerce um papel vital na rotina dos crentes e sem dúvidas o mais importante deles é o fortalecimento dos cristãos.

Pregações inflamadas (bem típico dos pentecostais) e testemunhos individuais são muito úteis, importantes para a cultura evangélica, no entanto, muitas vezes a bíblia fica em segundo plano e tais momentos são marcados por pura emoção. Tais sentimentos apesar do seu grande valor, levam apenas a um certo ponto, e a partir daí é necessário algo mais substancial. Uma boa base teológica provê esta sustância. Infelizmente, nossas igrejas “jogaram a toalha” nessa área e encontramos muito sentimentalismo e choro dentro da igreja, mas dificilmente encontramos uma defesa racional para a fé.

Focar no entretenimento dos crentes, com pensamentos devocionais tolos e superficiais. Momentos do culto que mais parecem uma sessão de autoajuda e até mesmo temas de pregação baseados nos principais “hits” do momento. Precisamos estar preparados e ao mesmo tempo treinar nossos filhos para a guerra. Não podemos enviá-los para o ensino médio e para a universidade armados de espadas de borracha e armaduras de plástico.

Se este discurso parece desprezar os longo de anos na Escola Bíblia Dominical (EBD) e também os famosos pregadores da televisão, quero que reflitam sobre a quantidade de jovens que se perdem no ensino médio ou na faculdade pelo simples fato de encontrarem oposição ao evangelho e não possuírem argumentos para refutar tais alegações. Nesta hora muitos deles se entregam a estas teorias e na melhor da hipóteses enfraquecem sua fé e apesar de ainda frequentarem a igreja sua fé é superficial, não acreditando verdadeiramente na bíblia. Alguns se conformam com o pensamento de que existe grande distância entre ciência e religião, fazendo uma clara barreira entre o conhecimento e a fé, supondo que onde existe fé não há espaço para ciência e conhecimento que pode ser comprovado logica e racionalmente.

Com isto muitos cristãos não compartilham sua fé com os descrentes simplesmente por causa do medo de serem taxados ignorantes. Eles têm medo de que os não-cristãos lhe façam uma pergunta ou levantem uma objeção que não saibam responder. E então eles escolhem ficar em silêncio e, assim, escondem sua luz sob o anonimato e desobedecem ao mandamento de Cristo em Marcos 16:15 “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura”.

O conhecimento teológico é um grande impulso ao evangelismo, pois nada inspira mais confiança e coragem do que saber que se têm boas razões para acreditar no que se acredita e boas respostas para as perguntas e objeções comuns que podem ser levantadas. Não basta decorar uma série de versículos ou se emocionar com um bom testemunho, precisamos estar preparados para responder a questionamentos como a teoria da evolução, origem da bíblia, existência de Deus, presença de Deus no mundo atual, política e cristianismo, entre tantos outros assuntos. É dever de todo cristão defender sua fé em Cristo e sabe se posicionar diante das possíveis oposições ao evangelho.

…estejam sempre prontos para responder a qualquer pessoa que pedir que expliquem a esperança que vocês têm.” 1 Pedro 3:15

Por: Ricardo Moreira Braz do Nascimento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: