Seja sua melhor versão

Todos nós estamos sujeitos a momentos de perplexidades e já passamos por dificuldades e tragédias na vida. Alguns, de fato, até parecem sofrer mais do que a maioria das demais pessoas neste mundo. E há pessoas que, contrariando toda a lógica e todas as probabilidades, sobrevivem a situações aparentemente e humanamente impossíveis.

Existem problemas de todos os tipos, pelas mais variadas razões e causas. Alguns deles são por suas vezes, consequências de erros de nossas próprias ações e de escolhas mau sucedidas. Outras vezes, somos vítimas das más escolhas feitas por outras pessoas e que nos afetam gravemente. Mas, em geral, o sofrimento e as adversidades caem sobre nós de maneira inesperada, aleatória de tal forma que não estamos imunes a que no aconteça acidentes, doenças, infortúnios.

Ninguém é culpado de problemas assim; simplesmente eles acontecem. E seja qual for sua origem, os sofrimento pode nos tornar pessoas amargas ou, converter-nos em pessoas melhores. O que torna diferentes umas e outras?

O que faz a diferença entre uma e outra é a forma como reagem às diferentes situações, principalmente àquelas situações tomadas por adversidades. Alguns ficam com raiva, deprimidos, entregues ao ressentimento depois de uma adversidade. O ressentimento é uma recorrência constante aos sentimentos negativos que já se passaram; é um remover a casca da ferida que já se encontrava quase cicatrizada; é via de regra o revivenciar problemas sem se perceber que em muitos casos eles nem mais existem.

Já outros são capazes de aceitar as adversidades tais como elas se impõem, são capazes de perdoar o que ou quem precisa ser perdoado, são sobreviventes das calamidades impostas pela vida. Estas pessoas são a quem os especialistas chamam de pessoas “resilientes”, ou seja, são pessoas capazes de adaptações e rápidas tomadas de posições, encarando os problemas ou uma adversidades como um oportunidade e não um ponto de derrota. Após a tempestade, essas pessoas se levantam como uma versão cada vez melhor de si mesmas. E aqui nos perguntamos: como podemos nos tornarmos tais como essas pessoas: resilientes, sobreviventes?

Primeiro, tentem ver o lado positivo de todas as circunstâncias e situações, afinal as Escrituras afirmam: “Meus irmãos, tende grande gozo quando cairdes em várias provações; Bem-aventurado o homem que sofre a provação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam” – Tiago 1:2-12; Segundo, sejam gratos em tudo, até mesmo pelas adversidades, não entregando os pontos a elas, mas enxergando-as como oportunidades de crescimento: “Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco” (1 Tessalonicenses 5:18).

Pensem nos outros mais do que em si mesmos, busquem o bem até mesmo daqueles que lhe tenha causado algum mal: “Ninguém busque o proveito próprio; antes cada um o que é de outrem” (1 Coríntios 10:24); Voltem-se para Deus em busca de auxílio, de paz e consolo. Ponham toda a confiança em Deus e não desvie dEle o olhar: “Ah! nosso Deus, porventura não os julgarás? Porque em nós não há força perante esta grande multidão que vem contra nós, e não sabemos o que faremos; porém os nossos olhos estão postos em ti.” (2 Crônicas 20:12).

E por último, aprendam a aceitar serenamente as coisas que não podem ser mudadas como a melhor escolha ou permissão de Deus para nós: “E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” (Romanos 8:28). De certo modo, cada um de nós seremos sobreviventes das adversidades se essas características estiverem dentro de cada um de nós em maior ou menor grau. Não sabemos quando virá a próxima adversidade, quando será nosso próximo desafio, mas a melhor forma de nos prepararmos é pensarmos sempre positivamente, sermos altruístas, aprofundarmos nosso relacionamento com Deus e aprendermos a aceitar o que não pode ser mudado.

Em outras palavras, devemos desenvolver a capacidade de resiliência que é a capacidade de sempre se adaptar e se refazer diante das circunstância por mais adversas que essas se impuserem. Seja resiliente, seja constantemente uma melhor versão de si mesmo! Seja resiliente, seja a melhor versão de si mesmo.

Por: João Osmar de Freitas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: