Os 40 mártires de Sebaste

Em 330 d.C, nos tempos do Império Romano, o imperador Linicius publicou um decreto ordenando ao seu exército que cada cristão renunciasse sua fé. Tropas romanas se estabeleceram na cidade de Sebaste, na Armênia, entre eles 40 soldados cristãos, oriundos da Capadócia (hoje Turquia), que se negaram a renegar o cristianismo.

Mesmo sob ameaças e torturas, quarenta homens se recusaram a obedecer às ordens. Foram torturados, despidos e levados para um lago de águas congelantes perto da cidade de Sebaste, e ali permaneceram por toda a noite fria. Ao lado do lago, foi instalado um recipiente com água morna, aquecida pelo fogo. A proposta era simples: quem negasse a Cristo poderia entrar na água quente, os demais deveriam permanecer na água gelada até a morte (por hipotermia, literalmente morrer de frio).

Um deles não suportando a tortura saiu da água gelada, mas antes de chegar próximo à fogueira caiu morto. Um soldado da guarda ao ver a fé dos trinta e nove, professou sua fé em Cristo, tirou suas roupas e foi juntar-se aos outros 39. Ao amanhecer, um deles encontrado com vida morreu logo após nos braços da mãe, e esta, corajosamente, colocou o corpo de seu filho junto com os outros, onde foram queimados numa fornalha.

Aqui estão os nomes destes 40 homens: Viviano, Cândido, Leôncio, Cláudio, Nicolau, Lisiníaco, Teófilo, Quirão, Donulo, Dominicano, Eunóico, Sisínio, Heráclito, Alexandre, João, Anastásio, Valente, Heliano, Ecdício, Euvico, Acácio, Hélio, Teódulo, Cirilo, Flávio, Severiano, Valério, Cuidão, Prisco, Sacerdão, Etíquio, Êutiques, Esmaragdo, Filotiman, Aécio, Xantete, Angias, Hesíquio, Caio e Gorgônio.

Por: Eli Neves

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: