O Espírito Santo na vida cristã

No livro de Atos, o dom do Espírito, selo de autenticidade da nova era na vida do cristão, é o ponto de partida da fé plenamente cristã dos discípulos (Atos 11.16). Em situações inéditas, foi a manifestação do Espírito que revelou a aceitação dos convertidos por Deus (Atos 10.44).

  • Para Paulo, também, o dom do Espírito é o começo da nova vida cristã (Gálatas 3.2); alguém só pode se tomar e ser cristão por obra do Espírito (Romanos 8.9).
  • Para João, o Espirito de modo semelhante efetua o novo nascimento (Jo 3.3) e também dá a vida (de Deus) que flui do crente com o um rio (Jo 6.63; 7.37).

O Espírito era concebido pelos primeiros cristãos como o poder divino manifestado de modo claro por seus efeitos na vida do cristão; o impacto do Espírito deixava pouca dúvida de que uma mudança significativa havia sido operada por Deus. Entre as experiências havia:

  • Alegria (1 Tessalonicenses 1.6 );
  • Iluminação (2 Coríntios 3.l4);
  • Libertação (Romanos 8.2 );
  • Transformação moral (1 Coríntios 6.9); e,
  • Recebimento de diversos dons (1 Coríntios 1 .4).

Dessa forma, muitas alusões de Paulo ao batismo poderiam ser entendidas como abreviação da alusão mais completa à experiência de ser batizado pelo Espírito em Cristo ( 1 Coríntios 12.13). O nascimento pelo Espírito, mais do que o símbolo do batismo na água, é com certeza mais importante em João 3 e em Atos (At 8.12; 11.15). Em At 8, está implícito que a experiência dos samaritanos era desprovida de conversão plena (eles deram crédito a Filipe, v. 12), e a experiência subsequente que tiveram com o Espírito foi a iniciação deles em Cristo.

O dom do Espírito é a primeira parcela de um processo vitalício de transformação até a semelhança de Cristo (Efésios 1.13), as primícias da colheita de justiça (Gálatas l5.l6). A vida é, portanto, diferente no que se refere à qualidade depois da conversão, tomando-se a resposta diária das exigências do Espírito mediante seu poder numa relação pessoal com Deus (Romanos 8 ). Mas o processo não é completo até que Cristo volte e, por isso, existe o conflito nesta vida entre as demandas do Espírito e os desejos da velha natureza (Romanos 7.14).

Fonte: Dicionário Bíblico Vida Nova / Editor. Derek Williams; Tradução: Lucy Yamakami… [e t a l.]. – São Paulo: Vida Nova, 2000.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: