Jesus falou mais sobre o céu ou inferno?

Existem assuntos que sempre voltam para as discussões teológicas e uma delas é sobre a quantidade de vezes em que o tema inferno é tratado. Muitos pregadores são criticados ao se aterem ao tema “inferno” (e seus desdobramentos) repetidas vezes, chegando a ponto de alguns se limitarem a isto em suas pregações.

Aqui temos um levantamento dos momentos em que Jesus tratou sobre céu e inferno nos evangelhos, vejamos abaixo:

  • Mateus: Céu: 33 vezes x Inferno: 9 vezes
  • Marcos: Céu: 16 vezes x Inferno: 3 vezes
  • Lucas:    Céu: 36 vezes x Inferno: 3 vezes
  • João:       Céu: 17 vezes x Inferno: 0 vezes
    Total: Céu 102 vezes x Inferno – 15 vezes

Estes dados deixam clara a preocupação de Jesus em falar sobre o céu, deixando inferno como um assunto de relevância bem menor que o céu. Ainda acredito que o inferno é um assunto bíblico e deve ser tratado em nossas igrejas, no entanto eu prefiro seguir os passos de Jesus e falar muito mais sobre os céus.

Por: Ricardo Moreira Braz do Nascimento

Levantamento das ocorrências de céu e inferno nos evangelhos por: Hermes C. Fernandes em https://web.facebook.com/pregaoevangelho/ (publicado em 04/02/2013)

2 comentários em “Jesus falou mais sobre o céu ou inferno?

Adicione o seu

  1. Vou estudar, lendo os evangelhos com mais cuidado, para checar as informações acima, mas se possível, quando informar sobre algo, será interessante colocar as referências bíblicas. Deus abençoe você e família!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: