Eu e os problemas da minha igreja

Quando fazemos parte de uma igreja, logo começamos a perceber seus problemas. Seja na parte de infra estrutura, na tradição que muitas vezes desencoraja a participação de algumas pessoas (por exemplo na exigência de roupas); outras vezes o problema está em pequenos grupos que se formam e se fecham impedindo a chegada de novos integrantes, popularmente chamados de “grupinhos” ou “panelinhas”. Outra questão são os relacionamentos interpessoais, em que pode acontece desentendimentos entre os irmãos da igreja, além de tantos outros pequenos problemas.

Nesta hora muitos se perguntam se é válido continuar nesta igreja e se mudam, mas fatalmente haverá problemas (e possivelmente os mesmos) em sua nova congregação. Então muitos desistem de ser membros regulares de igrejas locais e acabam conservando sua fé em Cristo, porem sem congregar.

Eu vejo a igreja como a arca de Noé, certamente não era o lugar mais confortável do mundo, pouca luz, cheiro (ou mau cheiro) de todo tipo de animal. Nas refeições não havia um cardápio variado, e nem sabemos como eram as condições para se preparar as refeições. Ainda assim por mais que tivesse seus problemas, a arca era o melhor lugar, afinal fora da arca o destino é a morte.

Problemas de relacionamentos na igreja existem desde sempre, veja que mesmo os apóstolos tiveram que enfrentar questões assim. Paulo fala a igreja de Corinto: “porque ainda são carnais. Porque, visto que há inveja e divisão entre vocês, não estão sendo carnais e agindo como mundanos? Pois quando alguém diz: “Eu sou de Paulo”, e outro: “Eu sou de Apolo”, não estão sendo mundanos?” (1 Cor 3:3-4).

Não encontramos na bíblia a orientação de abandonar a igreja, pelo contrário somos ensinados a não deixar de congregar, em Hebreus 10:25 diz: “Não deixemos de nos congregar, como é costume de alguns…“. Apesar de todas as dificuldades humanas, precisamos lembrar que a igreja é o corpo de Cristo, fundada pelo nosso salvador Jesus Cristo, e Ele mesmo disse que “as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mt 16:18). Diante de tudo isto eu não vejo motivos para desanimar de ser igreja e estar devidamente congregado na minha igreja.

Estes problemas dizem respeito a igreja instituição, precisamos ter em mente que somos membros e salvos por fazer parte da igreja corpo de Cristo. Os membros da igreja invisível, desta igreja chamada corpo de Cristo, também são membros de uma igreja local, de uma congregação. Desde os primeiros cristãos foi assim, estamos congregados hoje, e devemos permanecer até a volta de Cristo.

Podemos pensar na igreja como um hospital, em que todos os que procuram estão doentes, afinal ninguém precisa de hospital por esta saudável. E lá está Cristo que é o médico de nossas feridas. Por isto nós também estamos lá, apesar dos outros doentes. Se existem pessoas problemática na igreja, lembre-se que lá é um hospital, onde vão os doentes e problemáticos; e que todos estão em busca de Cristo, que é a solução para todos os problemas.

Um dia eu fui recebido, tratado e curado na igreja. Agora é a minha vez de ajudar aos outros; então eu permaneço na igreja, congregado, trabalhando e ajudando aos demais. Quando estou incomodado com os problemas na igreja, eu me apego à igreja corpo de Cristo, pois importa é que estejamos nela. Então continuo firme e trabalhando, afinal a bíblia diz: “E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens, Sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis.” (Cl 3:23-24).

Por: Ricardo Moreira Braz do Nascimento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: