O significado da Pedra Angular

A pedra angular na bíblia

O Salmos 118 fala de uma pedra rejeitada que se tornou pedra angular, o texto bíblico diz: “A pedra que os construtores rejeitaram tornou-se a pedra angular” (Salmos 118:22). O próprio Jesus Cristo em um de seus discursos nos lembra da tal pedra; em Marcos 12:1 Jesus diz: “Vocês nunca leram esta passagem das Escrituras? ‘A pedra que os construtores rejeitaram tornou-se a pedra angular;”.

Mais tarde o Apóstolo Pedro diz que Jesus é a pedra que os construtores rejeitaram, com todas as letras Pedro diz: “Este Jesus é ‘a pedra que vocês, construtores, rejeitaram, e que se tornou a pedra angular’.” (Atos 4:11). O apóstolo Paulo também fala que Cristo é a pedra angular, em Efésios 2:20 ele diz: “…tendo Jesus Cristo como pedra angular”.

Mas afinal de contas o que é uma Pedra Angular?

As pedras angulares contribuíam para fortalecer os alicerces da estrutura de uma construção. Eram pedras maciças postas na quina formada pela junção de duas paredes, unindo-as de modo mais firme.

Pedra Angular é uma tradução do hebraico אבן זוויתית (zaviyyoth), e do grego ακραία γωνία (ângulo extremo). A tradução mais precisa poderia ser “pedra de remate” ou “pedra da cabeça”. Esta expressão parece indicar que em algumas construções, as paredes que formavam quinas eram unidas no alto por alguma forma de pedra.

O trecho de Isaías 28:16 refere-se a uma certa pedra, que nossa versão portuguesa chama de “angular”, mas que no hebraico é pinnah, que era usada como laje sobre a qual uma parede era construída, a fim de melhor ligá-la com outra, em uma quina. Algumas vezes, essas pedras formavam duas camadas.

A arqueologia tem demonstrado que a maioria das pedras angulares eram simplesmente imensas pedras, toscas e mal formadas. Mas, a partir da época de Salomão, essas pedras eram cortadas e modeladas cuidadosamente.

Muitos significado espirituais tem sido usados a partir da expressão pedra angular. Como é o caso de Jesus Cristo sendo profetizado em Salmos 118:22; a pedra que os edificadores rejeitaram, mas que se tomou a pedra principal, correspondendo ao sentido da palavra hebraica, que significa “principal” ou “da frente”. Portanto representa a doutrina bíblica da supremacia de Cristo sobre todas as coisas (Mateus 21:42; Marcos 12:10; Lucas 20:17; Atos 4:11 e 1 Pedro 2:7), inclusive na união das coisas espirituais e terrenas, afinal tudo se converge nele.

A Ideia envolvida é que pedreiros insensatos (a nação judaica, para a qual viera o Messias), tinham rejeitado o mais importante elemento de seu edifício espiritual, ou seja, o Messias. Mas Deus corrigiu tal injustiça, assegurando que a pedra encontrasse seu devido lugar no templo espiritual.

O apóstolo Paulo, em Efésios 2:20-21, faz Cristo ser a pedra angular (mas o sentido da palavra grega é “ângulo extremo”), completando e unindo toda a estrutura. Sem essa Pedra, não haveria como unir judeus e gentios no edifício espiritual.

A pedra angular, que é Cristo, é o mais importante fator do templo espiritual. Esse templo não é material, e nem mesmo é alguma organização terrena, e, sim, uma entidade espiritual, da qual Cristo é o construtor (Marcos 14:58; Mateus 16:18). Cristo é o Sumo Sacerdote desse organismo espiritual (Hebreus 9:11). Seu corpo é a essência do templo espiritual (João 2:21).

Nós crente, por outro lado, somos “pedras vivas”, que fazem parte da sobre estrutura desse templo espiritual (1 Ped. 2:5). Ainda de acordo com uma outra metáfora, Cristo é retratado como o alicerce inteiro desse templo espiritual, e não meramente a pedra angular (1 Coríntios 3:11). Os apóstolos e profetas da Igreja também são intitulados alicerce do templo espiritual (Efésios 2:20), em cujo caso Cristo é novamente chamado de pedra angular.

Os apóstolos e profetas do Novo Testamento formam o alicerce do templo espiritual como líderes, e não em sentido soteriológico. No sentido soteriológico, somente Cristo é o fundamento da Igreja.

Por: Ricardo Moreira Braz do Nascimento

Referências:

CHAMPLIN, Russell Norman. Novo dicionário Bíblico Champlin; Editora Hagnos, São Paulo 2018
WILLIAN, Derek. Dicionário Bíblico Vida Nova; Editora Vida Nova, São Paulo 2000
SHEDD, Russell P. Bíblia Shedd; Editora Shedd Publicações, 2007

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Site criado com WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: